NOTÍCIAS

21 DE JUNHO DE 2022
Observatório de Direitos Humanos debate caso Bruno e Dom nesta terça (21/6)

O Observatório de Direitos Humanos do Judiciário vai debater, nesta terça-feira (21/6), o assassinato do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Araújo. O encontro, que começa às 18h30, com transmissão pelo canal do CNJ no YouTube, ainda tem apresentações de pesquisas sobre cotas raciais no Judiciário e sobre a população LGBTQIA+ e de um projeto para qualificação da magistratura, entre outros.

Estarão presentes a esposa do indigenista, Beatriz Matos, o advogado da União dos Povos Indígenas do vale do Javari (Univaja), Bruno Marubo, o procurador-geral de Justiça do Amazonas, Alberto Rodrigues do Nascimento Junior, e a juíza da comarca de Atalaia do Norte (AM) Jacinta Silva dos Santos. Eles vão debater o andamento das investigações sobre o caso com os representantes do Sistema de Justiça e da sociedade que participam do colegiado.

Na última terça-feira (14/6), o presidente do CNJ, ministro Luiz Fux, anunciou a criação de um grupo de trabalho, formado por membros dos Observatórios de Direitos Humanos e do Meio Ambiente e Mudanças Climáticas. O objetivo é acompanhar de forma próxima o andamento do caso.

Agência CNJ de Notícias

Assista à reunião no canal do CNJ no YouTube

Macrodesafio - Garantia dos direitos fundamentais

The post Observatório de Direitos Humanos debate caso Bruno e Dom nesta terça (21/6) appeared first on Portal CNJ.

Outras Notícias

Portal CNJ

26 DE JUNHO DE 2022
Cursos para utilização da Plataforma Digital têm novo cronograma

Os cursos de Java Avançado, Angular.js e Testes Automatizados, parte do ciclo de capacitações para apoiar a...


Portal CNJ

26 DE JUNHO DE 2022
Tribunal militar do RS adota Libras em todas as sessões de julgamento

Para ampliar as opções de acessibilidade e transparência, o Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul...


Portal CNJ

26 DE JUNHO DE 2022
Justiça Eleitoral lança sistema para receber denúncias sobre desinformação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou, na terça-feira (21/6), o Sistema de Alerta de Desinformação Contra...


Portal CNJ

26 DE JUNHO DE 2022
Paraná quer garantir tratamento penal humanizado às pessoas indígenas

Grupo de trabalho instituído pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), em parceria com outros órgãos do...


Portal CNJ

26 DE JUNHO DE 2022
Perspectiva de gênero fundamenta decisão da Vara do Trabalho de Parauapebas

A 1ª Vara do Trabalho de Parauapebas (PA), unidade do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT8),...


Portal CNJ

24 DE JUNHO DE 2022
Mudança de nome e gênero nos documentos traz esperança a pessoas trans

Identificado com o gênero feminino no nascimento, Danilo Alves buscou no início da vida adulta a transformação...


Portal CNJ

24 DE JUNHO DE 2022
CNJ Serviço: Pessoa trans pode alterar nome e gênero em cartório

A mudança de nome e gênero nos documentos é possível hoje em dia sem a necessidade de ação judicial. Qualquer...


Portal CNJ

24 DE JUNHO DE 2022
Turma de 2022 sobre Marco da Primeira Infância recebe inscrições até outubro

O curso on-line Marco Legal da Primeira Infância, oferecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ficará com...


Anoreg RS

24 DE JUNHO DE 2022
Prazo para envio de propostas de enunciados para a “I Jornada de Direito Notarial e Registral” termina na próxima segunda (27)

Termina na próxima segunda-feira (27/06) o prazo para envio de propostas de enunciados para a “I Jornada de...


Portal CNJ

24 DE JUNHO DE 2022
SireneJud reforça transparência de processos judiciais sobre meio ambiente

O Painel Interativo Nacional de Dados Ambiental e Interinstitucional (SireneJud) e suas possibilidades de uso pela...