NOTÍCIAS

21 DE JUNHO DE 2022
Colégio Registral do RS reúne cerca de 200 pessoas em evento inédito na Fenadoce

O Colégio Registral do Rio Grande do Sul reuniu, na última quinta-feira (16.06), durante o feriado de Corpus Christi, cerca de 200 pessoas no evento “O Serviço Extrajudicial em Debate”. A atividade foi realizada das 10h às 16h30, no Auditório 1 do Centro de Eventos da Feira Nacional do Doce (Fenadoce), em Pelotas (RS).

A ação contou com o apoio da Associação dos Registradores e Notários do Alto Uruguai e Missões (ARN), da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Rio Grande do Sul (Arpen/RS), e do Instituto de Registro Imobiliário do Rio Grande do Sul (IRIRGS). Foi a primeira vez que as entidades se reuniram para realizar um evento em uma feira nacional.

Na ocasião, foram abordados diversos assuntos de interesse da classe extrajudicial. A Medida Provisória n° 1.085/2021 – recentemente aprovada pelo Senado Federal e que dispõe sobre o Sistema Eletrônico dos Registros Públicos – foi o principal tema debatido, junto ao CRVA.

A atividade, em formato de mesa redonda, contou com a presença dos presidentes Sérgio Mersserschmidt (Colégio Registral do RS e ARN) e Sidnei Hofer Birmann (Arpen/RS), além do registrador de imóveis da 1ª Zona de Pelotas, Mario Pazutti Mezzari (representando o IRIRGS), e o registrador público de Garibaldi, Alessandro Borghetti.

Presente no evento, o deputado estadual Elizandro Sabino contou sobre sua história e seu trabalho na Assembleia Legislativa, principalmente sobre as ações na Presidência da Frente Parlamentar da Justiça Notarial e Registral. O parlamentar visitou diversas serventias pelo Estado, buscando reivindicações da classe e defendeu projetos de interesse dos profissionais extrajudiciais.

Na sequência, o presidente do Colégio Registral do RS, Sérgio Mersserschmidt, deu início à abertura do evento, falando sobre as competências de cada órgão na administração e manuseio do sistema eletrônico de registro.

O

 

registrador de imóveis Mario Pazutti Mezzari falou sobre as novidades que a MP 1085 traz, especialmente no Registro de Imóveis. Para o registrador, ainda não há uma normativa referente à MP por parte da Corregedoria Geral da Justiça do Estado (CGJ-RS), pois provavelmente ela deverá regulamentar os atos somente depois da MP tornar-se lei.

“Devemos escolher bem nossos representantes, para que as leis sejam em prol da comunidade. O profissional extrajudicial precisa ter certeza sobre o ato, pois é a certeza que gera segurança jurídica. Paz social se dá pelo registro”, relatou.

 

Na oportunidade, o assessor administrativo financeiro do IRIRGS, Lucas Costa, falou rapidamente sobre a implantação do edital eletrônico, explicando que nas próximas semanas será enviado aos registradores um vídeo sobre a integração entre as plataformas CORI/BR e Central de Intimações.

Durante o evento, o registrador público Alessandro Borghetti discorreu sobre publicidade documental no serviço registral, tanto de títulos e documentos, quanto de imóveis e pessoas naturais. Segundo ele, a MP traz mudanças positivas para a atividade.

 

“Com a MP 1085, percebemos o legislador confiando no registrador, pois vários procedimentos começam a ser realizados sem intervenção judicial”, comentou.

Já o presidente da Arpen/RS, Sidnei Birmman, ressaltou as implicações da MP no registro civil de pessoas naturais. De acordo com Birmann, a MP traz emendas que devem atualizar normativas, como a referente à alteração de prenome e gênero.

“Quando a pessoa quer retirar o seu prenome é porque de fato ele incomoda. A ideia então é suprimir. Mas hoje ele consta na averbação da certidão. A emenda da MP traz novidades referentes à idade, que agora pode ser logo após os 18 anos”, explica.

A atividade contou ainda com o tradicional pinga-fogo, onde os participantes puderam perguntar sobre os assuntos abordados e debater as questões em conjunto.

Ao final, os coordenadores do Suporte da Arpen/RS aos CRVAs Ébert Crisóstemo, Jean Taffarel e Márcio Enck debateram questões técnicas relativas aos CRVAs, respondendo as dúvidas enviadas pelos titulares e coordenadores.

 

O presidente do Colégio Registral do RS, Sérgio Mersserschmidt, finalizou o evento, agradecendo os presentes e convidando para o próximo encontro da entidade, previsto para 09 de julho, em Carazinho.

 

Patrocínio

Para a realização do evento, as entidades contaram com o apoio de empresas parceiras que são: Sociedade Educacional Três de Maio (Setrem), Sky Informática, Grupo Comabe, Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Profissionais da Área Notarial e Registral (COOPNORE) e Overstep Computer Solutions.

Coopnore

Na ocasião, a COOPNORE, por meioo do gerente de agência, Jorge Martins, realizou a entrega de um iPhone 13, sorteado durante uma das ações da cooperativa.

Setrem

Sky

Fonte: Caroline Paiva
Assessoria de Comunicação – Colégio Registral do RS

Outras Notícias

Portal CNJ

26 DE JUNHO DE 2022
Cursos para utilização da Plataforma Digital têm novo cronograma

Os cursos de Java Avançado, Angular.js e Testes Automatizados, parte do ciclo de capacitações para apoiar a...


Portal CNJ

26 DE JUNHO DE 2022
Tribunal militar do RS adota Libras em todas as sessões de julgamento

Para ampliar as opções de acessibilidade e transparência, o Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul...


Portal CNJ

26 DE JUNHO DE 2022
Justiça Eleitoral lança sistema para receber denúncias sobre desinformação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou, na terça-feira (21/6), o Sistema de Alerta de Desinformação Contra...


Portal CNJ

26 DE JUNHO DE 2022
Paraná quer garantir tratamento penal humanizado às pessoas indígenas

Grupo de trabalho instituído pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), em parceria com outros órgãos do...


Portal CNJ

26 DE JUNHO DE 2022
Perspectiva de gênero fundamenta decisão da Vara do Trabalho de Parauapebas

A 1ª Vara do Trabalho de Parauapebas (PA), unidade do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT8),...


Portal CNJ

24 DE JUNHO DE 2022
Mudança de nome e gênero nos documentos traz esperança a pessoas trans

Identificado com o gênero feminino no nascimento, Danilo Alves buscou no início da vida adulta a transformação...


Portal CNJ

24 DE JUNHO DE 2022
CNJ Serviço: Pessoa trans pode alterar nome e gênero em cartório

A mudança de nome e gênero nos documentos é possível hoje em dia sem a necessidade de ação judicial. Qualquer...


Portal CNJ

24 DE JUNHO DE 2022
Turma de 2022 sobre Marco da Primeira Infância recebe inscrições até outubro

O curso on-line Marco Legal da Primeira Infância, oferecido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ficará com...


Anoreg RS

24 DE JUNHO DE 2022
Prazo para envio de propostas de enunciados para a “I Jornada de Direito Notarial e Registral” termina na próxima segunda (27)

Termina na próxima segunda-feira (27/06) o prazo para envio de propostas de enunciados para a “I Jornada de...


Portal CNJ

24 DE JUNHO DE 2022
SireneJud reforça transparência de processos judiciais sobre meio ambiente

O Painel Interativo Nacional de Dados Ambiental e Interinstitucional (SireneJud) e suas possibilidades de uso pela...